Bestial Warlust - "Satan's Fist"

Publicado em: 08/12/2013 - 02:41

Publicado originalmente no blogue themetalnightstalker.blogspot.com.br em 16.06.2013.

Depois de escavar o mais obscuro underground metálico, o selo americano Hellsheadbanger nos traz essa pérola que, até agora, certamente era desconhecida da maioria dos headbangers - ao menos de mim, era. Trata-se do último registro da lenda do war black metal australiano Bestial Warlust. Não, não estou falando do segundo full lenght da banda, o seminal Blood and Valour (de 1995), mas de uma demo posterior.
Satan's Fist foi gravada em 1996 pelos então dois membros restantes: Skullfucker (cordas/vocal) e Hellcunt (bateria). São apenas três faixas. Suficientes, entretanto, para mostrar que a banda, mesmo sentindo falta do carismático vocalista Damon Bloodstorm, ainda era capaz de compor material de primeiríssima qualidade. Talvez o fato não seja tão surpreendente, uma vez que o guitarrista Skullfucker sempre foi o principal compositor do grupo. A produção, de certo modo mais crua e também menos pesada, não é tão impactante quanto a dos dois lps anteriores. Ainda assim não compromete. As músicas seguem o estilo que a banda desenvolveu no Blood and Valour. Vale dizer, são ultra-radicais (um war black metal original e extremo, reminiscente de Blasphemy e, mais remotamente, Sarcófago), mas um pouco mais bem estruturadas do que no álbum de estreia dos australianos, o animal Vengeance War 'till Death. Até mesmo uma dose de black metal norueguês - que, à época, tomava de assalto o underground - pode ser identificado no som da demo. Entre as ótimas três faixas destaco Left for Vultures (http://www.youtube.com/watch?v=1leZnyZQR6s&hd=1), dotada de riffs e climas macabros que lembram até o saudoso Corpse Molestation (grupo dos caras antes de formarem o Bestial). Realmente, uma pena não terem gravado seu terceiro lp, pois o material aqui compilado pedia por um disco completo.
As cinzas ainda fumegantes do Bestial Warlust ajudaram a acender o fogo de várias outras bandas importantes no cenário australiano, como o fantástico Abominator e o Cemetery Urn (integrados pelo antigo vocalista do Bestial, Damon Bloodstorm), o Destroyer 666 (formado pelo seu outro guitarra, Keith Warslut), o Vomitor e o Gospel of the Horns (aos quais se juntou o batera Hellcunt). Nenhuma dessas bandas, entretanto, com a gloriosa exceção do Abominator, conseguiu se aproximar da fúria blasfema e caótica do antigo Bestial Warlust.
Ao lado do canadense Blasphemy e do brasileiro Sarcófago, o Bestial Warlust forma a santíssima trindade do war black metal mundial. E tenho dito!


Joe Skullfucker e Marcus Hellcunt


PS. A bem da verdade, o Bestial Warlust veio a lançar ainda uma faixa inédita depois da gravação dessa demo de 96, incluída na coletânea Headbangers against Disco Vol. 1, lançada no ano seguinte pelo selo Primitive Art Records. Contudo, não sei dizer se essa faixa foi ou não gravada anteriormente à citada demo.

Deixe seu comentário