Demonomancy (ESP) "Supremacy through Intolerance (The Last Legacy)"

Publicado em: 18/12/2013 - 14:38

Publicado originalmente no blogue themetalnightstalker.blogspot.com.br em 20.03.2013.

De uns anos para cá se tornou corriqueiro bandas de war black metal (e também de death old school) gravarem no antigo formato demo-tape e, posteriormente, relançarem o material dessas demos em cd. A verdade é que com a facilidade atual de gravar em digital não tem mais sentido gravar nada em tape. Trata-se puramente do famoso espírito vintage, que predomina no underground. O mesmo espírito que ainda garante sobrevida ao velho e cultuado vinil.
O espanhol Demonomancy, não confundir com o homônimo italiano (http://www.cacadordanoite.com.br/materia/demonomancy-ita-rites-of-barbaric-demons-41127), enveredou por esse caminho. Temos aqui uma compilação em cd apresentando suas duas demos anteriores: Holocaustic Winds of Devastation, de 2008, e Supremacy through Intolerance (The Last Legacy), de 2009. A música é absolutamente infernal. Um war black ríspido e agudo totalmente influenciado por Conqueror, com algo de Black Witchery na rifferama das guitarras. Os vocais não são monocórdicos e se alternam entre vômitos estridentes e rosnados graves, o que confere dinamismo ao som. Vocais e guitarras, aliás, foram privilegiados na mixagem, que deixou a bateria mais escondida e o baixo (se é que existe) inaudível.
A produção é confessadamente pútrida (ligeiramente mais polida na segunda demo), mas não prejudica o entendimento da música. Tudo como convém ao estilo. O Demonomancy até se aventurou a inserir partes candenciadas em seu som, o que é bem raro em se tratando de war black metal. O resultado ficou muito legal, como se vê na faixa Allegations of Immorality, Sublime Art of Accusations (https://myspace.com/demonomancywarmetal/music/song/allegations-of-immorality-sublime-65530873), uma das melhores do play e que deu à banda distinto elemento de personalidade.
Pena que o grupo, aparentemente, tenha encerrado as atividades. A ver se no futuro seus integrantes não voltam a conjurar forças em novos empreendimentos tão alvissareiros quanto esse ótimo Demonomancy.


O feroz duo do Demonomancy

Deixe seu comentário