Infernal Curse "Awakening of the Damned"

Publicado em: 18/12/2013 - 15:42

Publicado originalmente no blogue themetalnightstalker.blogspot.com.br em 22.03.2013.

A Argentina tem uma história muito modesta no cenário metal. Poucas são as bandas portenhas que conseguiram registrar seu som em disco e, dessas, quase nenhuma (para não dizer nenhuma) alcançou reconhecimento fora do seu próprio país. Por isso, fiquei surpreso ao deparar com o cd desse excelente Infernal Curse, lançado pela gravadora de black metal grega Kill Yourself Productions.
Uma rápida olhada no encarte e matei a charada. O Infernal Curse é a nova banda de Eric Lancon, editor do zine Baphometal, a mais underground, radical e tosca publicação de metal extremo que conheço. Assim como o zine, a banda do Lancon (vulgo Nocturnal Death Metal Warrior, Nocturnal Profaner) reza pela cartilha do que de mais maldito o death/black metal oitentista produziu. Citações a Sarcófago (principalmente) e a Death antigo são generosas, conforme se constata nas levadas rápidas de bateria à la D.D. Crazy (batera do Sarcófago no megaclássico I.N.R.I.) e nos riffs cadenciados a la Death do Scream Bloody Gore. As semelhanças com Sarcófago não param por aí. O vocal parece uma versão mais death metal do Wagner Antichrist, enquanto os riffs acelerados poderiam ter sido tranquilamente tirados das sessões de gravação do I.N.R.I..
A produção é muito boa, tendo em vista a proposta seguida pela banda: abafada e pesada, mas sem tornar tudo uma maçaroca indistinta. As partes cadenciadas (onde a influência de Death se faz mais presente) são especialmente bacanas e, apesar de simples, mostram musicalidade até certo ponto surpreendente para alguém de background tão radical quanto o Lancon. Destaco a faixa de abertura, Black Faith (http://www.youtube.com/watch?v=flHj0YvrMmg), na qual os elementos de speed e os mais cadenciados estão muito bem mesclados.
A discografia do Infernal Curse registra, para além desse full lenght, duas demos (que já corri atrás e consegui) e dois eps (um deles ainda me falta e está na minha wish list), materiais que apresentam potencial para se tornarem rapidamente itens disputados de colecionador.


Infernal Curse -
prestando suas homenagens aos mortos

09/04/2014 - 00:19
NECROMAYHEM

é o melhor album que ja ouvi em toda minha vida, na minha opinião isso é black metal, na linha FIRST WAVE, de bandas como SARCOFAGO(INRI), SEPULTURA(MORBID VISIONS), SADISTIK EXEKUTION, KREATOR(PLEASURE TO KILL), ABHORER, VON, VULCANO(BLOODY VENGEANCE), porem da pra perceber que a banda foi totalmente original nesse album, autentica. o som realmente passa o feeling black metal, embora seja tambem fortemente influenciado pelo SCREAM BLOODY GORE do DEATH. eu tambem considero o DEATH no começo como tanto parte da first wave como parte do death metal, então não é estranho uma banda se inspirar no debut do DEATH e soar BLACK METAL FIRST WAVE. esse album passa muito sentimento, por tras da velocidade e brutalidade, há uma atmosfera muito obscura e odiosa, por isso eu chamo isso de FIRST WAVE BLACK METAL, que é o verdadeiro BLACK METAL, original, direto dos anos 80, de bandas como SARCOFAGO e VULCANO por exemplo.

Deixe seu comentário