Sarcófago - relançamentos em vinil

Publicado em: 10/11/2013 - 10:48

Publicado originalmente no blogue themetalnightstalker.blogspot.com.br em 12.10.2013.

Há algumas bandas (não muitas) das quais eu não me canso de comprar reedições em vinil. Uma delas é o Sarcófago. A importância da trupe de Wagner "Antichrist" Lamounier para o underground dispensa demonstração. É auto-evidente. No black/death metal oitentista, só o Blasphemy (e, em certo sentido, o Bathory) seja talvez capaz de fazer-lhe frente. Finalmente, na onda dos relançamentos em vinil, chegou a vez de os iconoclastas mineiros ganharem novas edições de seus álbuns clássicos naquele velho e consagrado formato.
É bem verdade que a primeira reedição do I.N.R.I. (debut do Sarcófago) em bolachona - nesse caso, em picture disc - já conta com alguns anos. Lançada em versões limitadas standard e die-hard, essa primeira reedição, datada de 2004, foi resultado de parceria entre a Cogumelo e a cult gravadora americana Nuclear War Now!. A versão die-hard já está esgotada há muito. Já a versão standard, ainda é possível comprá-la (ou pelo menos era, até pouco tempo) na própria Cogumelo.
Recentemente, neste ano de 2013, a Greyhaze Records, empresa que hoje licencia os produtos da Cogumelo nos EUA, colocou no mercado uma nova edição do I.N.R.I.. São duas as versões, ambas gatefolded. Uma, em vinil colorido laranja ou negro, reproduz a capa original do lp. Outra, em vinil azul ou negro, reproduz a capa da primeira edição em cd do disco, lançada no ano de 2002 (foto com definição bem melhor do que a original, registre-se). Saquem só:


Reedição com a capa original do lp de 1987

Reedição com a capa do cd de 1992

Coube à histórica gravadora francesa Osmose disponibilizar os outros dois títulos clássicos do Sarcófago: o mini lp Rotting, de 1989, e o lp The Laws of Scourge, de 1991. O Rotting conta com opções de vinil na cor verde escuro, vermelho splatter e no tradicional black wax. Já o The Laws conta com opções na cor vermelho splatter e black wax.
SARCOFAGO Rotting. Splatter Red Vinyl
Reedição do Rotting (vinil vermelho splatter) -
com sua infame capa "a morte não poupa ninguém".


SARCOFAGO The Laws of the Scourge. Red Vinyl
The Laws of Scourge, reedição em vinil vermelho -
o disco que fecha a fase clássica do Sarcófago


Além desses títulos, outro importante relançamento em vinil da Osmose, que também diz respeito ao Sarcófago, é a compilação Warfare Noise I. Originalmente editada pela Cogumelo no ano de 1986, a compilação apresentava ao mundo, pela primeira vez em vinil, além da gangue de W. Antichrist, D.D. Crazy e cia, o Holocausto, o Mutilator e o Chakal. Bandas que viriam a lançar seus hoje clássicos lps de estreia nos anos imediatamente seguintes. Esse caprichado relançamento duplo da Osmose - dotado de um encarte muito bacana e de várias bônus tiradas, aparentemente, da compilação The Lost Tapes of Cogumelo - conta com três opções de cores: branco, laranja e o tradicional negro. Confiram a versão com os vinis na cor laranja:
SARCOFAGO, CHAKAL, HOLOCAUSTO, MUTILATOR Warfare Noise Volume I. Orange Vinyls
Warfare Noise I - a mais importante compilação de metal brasileiro da história


Todos esses vinis estão disponíveis para venda e envio imediato nos sites da Greyhaze e da Osmose. Uma dica: quem não quiser comprar por site estrangeiro, a Cogumelo e a Battle Distro têm cópias para venda e pronta entrega. Foi, aliás, com a Battle que comprei meu vinil do I.N.R.I. na cor azul. Trata-se, sem dúvida, de itens de aquisição compulsória para os colecionadores de black/death metal da velha escola.


PS. Na Metal Archives consta que a primeira reedição do I.N.R.I. teria sido feita pelo selo brasileiro Hate Storm em 2001, já com a capa que seria usada posteriormente na edição em cd de 2002. Nunca vi esse vinil da Hate Storm. Se alguém conhece ou tem uma cópia, por favor, me confirme a existência.
PS 2. No site da Cogumelo anuncia-se para breve o relançamento, em vinil, dos álbuns clássicos do Sarcófago, ao que parece, em versões nacionais. Não sei se terão algo a ver com esses relançamentos da Greyhaze e da Osmose. É esperar para ver.

Deixe seu comentário